terça-feira, 6 de setembro de 2011

A FILA ANDA


Leonardo

Tá se achando demais
Tá pisando sem dó
Tá fazendo besteira uma atrás da outra
Tá querendo ficar só
Tá perdendo a razão
Vê se cai na real
Porque o ontem não volta
O amanhã não espera
E você pode se dar mal
Você não pensa no que fala
E acaba sempre machucando quem te dá amor
Insiste em me olhar de cima
Eu sinto que não tem mais clima
A gente acabou
Não agüento mais, cansei
Quero esquecer o que chorei
De tanto desamor o amor desanda
A fila anda, a fila anda, a fila anda
Foi você quem quis assim
Abusou demais, pisou em mim
Doeu e aí, então, saltei de banda
A fila anda, a fila anda, a fila anda
Você não pensa no que fala
E acaba sempre machucando quem te dá amor
Insiste em me olhar de cima
Eu sinto que não tem mais clima
A gente acabou
Não agüento mais, cansei
Quero esquecer o que chorei
De tanto desamor o amor desanda
A fila anda, a fila anda, a fila anda
Foi você quem quis assim
Abusou demais, pisou em mim
Doeu e aí, então, saltei de banda
A fila anda, a fila anda, a fila anda




 “ E TÁ ANDANDO”
BEIJOS
M.J  LOREDO


Um comentário:

  1. Apesar da tristeza que o poema acarreta, é lindo! Gostei muito... a fila anda e anda... quando alguem nos magoa é porque nao merece nosso carinho mas existe sempre alguém esperando por você para lhe dar todo o carinho que você precisa!

    ResponderExcluir